Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias Ariquemes, Rondônia - 25 de Junho de 2019

Siga!

Nosso RSS

Ministério Público obtém indisponibilidade de bens do deputado Alex Redano e esposa.

Outras quatro pessoas e a Associação Sol Nascente também tiveram indisponibilidade de bens decretada

rondonoticias, 05/06/2019 15h34

Deputado Alex Redano e Carla Rezende (Foto: Reprodução) Ampliar imagem: Deputado Alex Redano e Carla Rezende (Foto: Reprodução)
Deputado Alex Redano e Carla Rezende - Foto: Reprodução

ARIQUEMES RO - O Ministério Público de Rondônia obteve junto ao Judiciário, decisão liminar que decretou a indisponibilidade de bens, no valor de R$ 123 mil, do ex-vereador de Ariquemes e atual deputado estadual Alex Mendonça Alves (Alex Redano), e de outras cinco pessoas, entre elas, a dele esposa e presidente da Câmara Municipal de Ariquemes, vereadora Carla Redano, e, ainda, da Associação Sol Nascente - Associação de Apoio à Educação, Cultura, Esporte, Lazer, Saúde e Meio Ambiente.

A medida foi concedida em ação civil pública condenatória por atos de improbidade administrativa e corrupção empresarial, com pedidos liminares de tutela de urgência, proposta pela Promotora de Justiça Joice Gushy Mota Azevedo em face de Alex Redano.

Na ação, o MP argumenta que os requeridos promoveram repasses de subvenção social para a entidade Sol Nascente – pessoa jurídica que existia apenas no plano jurídico, ou seja, sem existência material, não apresentando requisitos legais/constitucionais para ser beneficiária de recursos públicos.

De acordo com o Ministério Público, em abuso dos poderes dos cargos ocupados pelos requeridos, foi garantida a liberação de emendas parlamentares, aprovação de projetos e repasse financeiro que sustentavam a realização de convênios entre a entidade Sol Nascente e o Município de Ariquemes. Apurou-se que, após a liberação das verbas públicas, os convênios nunca foram executados, resultando em desvio e dilapidação de recursos públicos.

Com a recente decisão do Poder Judiciário, o MP obteve, liminarmente, a tutela de urgência para decretação da indisponibilidade dos bens, no valor equivalente ao dano causado, no importe de R$ 123 mil e 347, dos requeridos Sol Nascente – Associação de Apoio a Educação, Cultura, Esporte, Lazer, Saúde e Meio Ambiente, Lucilene Pereira Queiroz Martins, Cristiele Santos de Castro, Carla Gonçalves Rezende, Rogério Gago da Silva, Luciano da Silva Paixão e Alex Redano.

A ação tramita na 2ª Vara Cível da Comarca de Ariquemes.

Compartilhe está noticia:       
 
 
Enviar comentário

(A quantidade máxima é de 400 caracteres para seu comentário) Restam 400 caracteres

Ao enviar seu comentário você aceita o termo de conduta dos comentários.

 

Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias
E-mail: recadao@ariquemesnoticias.com.br - contato@ariquemesnoticias.com.br voltar ao topo

 

© Copyright 2009 | 2019 - DC Comunicações Digital Política de privacidade Fale conosco  |   Anuncie conosco  |