Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias Ariquemes, Rondônia - 24 de Julho de 2017

Siga!

Nosso RSS

Polícia Civil deflagra a Operação Afrodite na região de Ariquemes

ASCOM-PCRO - Delegacia Regional de Ariquemes, 14/02/2013 22h08

 (Foto: Foto: Polícia Civil) Ampliar imagem:  (Foto: Foto: Polícia Civil)
Foto: Foto: Polícia Civil


Em apenas doze horas vinte pessoas foram presas e a operação continua em andamento.

A mega operação, denominada Afrodite teve início na noite de quarta-feira 13 de março de 2013 na cidade de Ariquemes e cidades adjacentes que compõem o âmbito daquela circunscrição regional (Cujubim, Jaru, Buritis e Machadinho do Oeste) com o objetivo de reprimir a prática de crimes sexuais e a prostituição infantil na região.

Na operação foi empregado um efetivo de aproximadamente 80 (oitenta) policiais civis e 10 (dez) delegados sob o comando do recém nomeado Delegado Regional Thiago Flores, tendo culminado até o presente momento com a prisão de 20 (vinte) pessoas nas cidades de Ariquemes, Buritis, Jaru e Monte Negro.

Participaram da Operação a Delegacia Regional de Ariquemes, a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher,  a 1ª, 2ª e 3ª Delegacias de Polícia Civil de Ariquemes e as demais Delegacias de Polícia  Civil das cidades da região.

O trabalho foi desenvolvido, planejado e executado pelos Delegados de Polícia Civil Dr. Thiago Flores (Delegado de Polícia Regional), Dra. Juliana Hérica de Araújo Tavares (Delegada de Polícia Civil Titular da DEAM), Dr. Ricardo Rodrigues de Souza (Delegado de Polícia Civil Titular do 2ª DP) e Dr. Rodrigo Silva Duarte (Delegado de Polícia Civil Titular da 3ª DP).

Participaram da Operação ainda, os Delegados de Polícia Dr.  Rodrigo Spiça (1ª DP de Ariquemes), Dr. Vinícius Lucena Tavares Bastos (Central de Flagrantes de Ariquemes), Dr. Sérgio Seizo Toma (DP de Machadinho do Oeste), Dr. Lucas Torres (DP de Buritis) e Dr. Salomão de Matos Chaves (DP de Jaru).

A ação é composta de quatro fases: fiscalização, repressão, intensificação de apuratórios e celebração de termos de parceria.

A fiscalização envolve a inspeção de bares, lan houses, hotéis e interdição de casas de prostituição com a prisão em flagrante dos responsáveis. Ao todo treze estabelecimentos foram abordados.

A ação fiscal se desenvolveu durante a noite de quarta-feira e foi baseada em levantamentos preliminares e investigações que vem sendo realizadas à cerca de dois meses.

No início da manhã de quinta-feira 14 de março de 2013 teve início a segunda fase da operação, nesse momento estão sendo cumpridos cinco mandados de busca e apreensão domiciliar e de prisão preventiva decretados pelo Poder Judiciário com o fim de efetuar a prisão de suspeitos de crimes sexuais cometidos principalmente contra crianças e adolescentes e de apreender computadores para serem encaminhados à perícia pois há suspeitas da existência de uma rede de pedofilia no Estado de Rondônia e todo o material apreendido será analisado cuidadosamente.

A terceira fase dos trabalhos está relacionada à intensificação de diligências voltadas à conclusão em um prazo de dez dias a contar de hoje, de aproximadamente 130 (cento e trinta) Inquéritos Policiais instaurados pela Delegacia Regional de Polícia Civil de Ariquemes envolvendo crimes sexuais cuja tramitação será prioritária e urgente, para posterior encaminhamento ao Ministério Público que oferecerá a denúncia a tempo de assegurar a punição dos responsáveis pela prática dos crimes apurados.

Para viabilizar a conclusão dos Inquéritos foi composta uma força tarefa em Ariquemes envolvendo as 1ª, 2ª e 3ª Delegacias de Polícia Civil, DEAM, Instituto Médico Legal, Instituto de Identificação e Setor de Criminalística da Polícia Civil.

Outra preocupação da Delegacia Regional de Ariquemes são dados divulgados pela Organização das Nações Unidas – ONU, de que o Brasil possui cerca de 204 rotas de tráfico interno de pessoas, sendo que boa parte dessas rotas se concentra na região norte do país (76 rotas no total).

Considerando que parte das vítimas são menores recrutadas para fins de exploração sexual o Delegado Regional de Ariquemes solicitou à Direção Geral de Polícia Civil de Rondônia que sejam elaborados termos de parceria com as polícias civis de Roraima, Tocantins, Acre, Amazonas, Amapá, Pará e Mato Grosso para viabilizar o compartilhamento de informações entre as instituições e a realização de trabalhos conjuntos além da previsão de disponibilização de pessoal, veículos, recursos financeiros e administrativos para a realização de futuras operações visando o estudo e a desarticulação das rotas de tráfico de pessoas e do crime organizado.

Os cidadãos que tiverem informações relacionadas à crimes de exploração sexual devem procurar a delegacia de Polícia Civil mais próxima de sua localidade e comunicar os fatos. Na região de Ariquemes as informações podem ser passadas à Delegacia Regional Polícia Civil através do telefone (69) 3535-2548, sendo assegurado absoluto sigilo quanto ao informante.  
 

Tópicos:
Compartilhe está noticia:       
 
 
Enviar comentário

(A quantidade máxima é de 400 caracteres para seu comentário) Restam 400 caracteres

Ao enviar seu comentário você aceita o termo de conduta dos comentários.

 

Eventos

Expoari: Guilherme e Santiago - Foto: Leandro Kazuo

Expoari: Guilherme e Santiago

Guilherme e Santiago
 

Últimas notícias

Enquete

Na sua opinião, como está a Administração de Confúcio Moura em Rondônia?

 

Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias
E-mail: recadao@ariquemesnoticias.com.br - contato@ariquemesnoticias.com.br voltar ao topo

 

© Copyright 2009 | 2017 - DC Comunicações Digital Política de privacidade Fale conosco  |   Anuncie conosco  |