Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias Ariquemes, Rondônia - 19 de Outubro de 2017

Siga!

Nosso RSS

Cassol critica empréstimo do governo e rebate acusações sobre dívidas

Agência Senado, 15/02/2012 23h14

Senador Ivo Cassol (Foto: Fabio Pozzebom/Agência Brasil) Ampliar imagem: Senador Ivo Cassol (Foto: Fabio Pozzebom/Agência Brasil)
Senador Ivo Cassol - Foto: Fabio Pozzebom/Agência Brasil

Rondônia - O senador Ivo Cassol (PP-RO) rebateu em Plenário nesta quarta-feira (15) declarações de representantes do atual governo de Rondônia, que teriam acusado sua gestão à frente do estado de ser responsável por uma dívida de mais de R$ 500 milhões. Cassol governou Rondônia de 2003 a 2010.

A acusação foi feita durante audiência pública na Assembleia Legislativa de Rondônia, na última terça-feira (14), para discutir a situação econômica do estado e a possibilidade de realização de um empréstimo, no valor de R$ 542 milhões, junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico Social (BNDES). O senador posicionou-se contra o empréstimo, alegando que o estado não tem condições de se endividar ainda mais.

No evento, o secretário-chefe da Casa Civil de Rondônia, Juscelino Amaral, afirmou que o atual governo herdou uma dívida estadual de R$ 240 milhões, mais R$ 300 milhões de prejuízo da Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd).

Ivo Cassol desmentiu as acusações e classificou como "deselegante" a atitude do secretário de governo. Ele afirmou que nos oito anos que passou no comando do estado, não houve "roubalheira", nem nenhum secretário foi preso ou acusado de irregularidades.

- Nós temos gente boa em tudo quanto é partido. Mas temos ladrão também em tudo quanto é partido. E o PMDB no meu estado, infelizmente, a gestão está um desastre. Está uma sem-vergonhice, uma roubalheira. Tanto que foi tanta gente para a cadeia, até assessor particular do governador - acusou.

Segundo Cassol, até agora, nada foi feito em Rondônia pelo atual governo. A promessa de melhoria na Saúde, por exemplo, não estaria sendo cumprida. A rede pública do estado ainda conta apenas com as melhorias feitas ao longo de seus dois mandatos como governador, assegurou.

O senador também afirmou que não é contra a captação de recursos para investimentos e obras no estado. Porém, não vê justificativa para um novo empréstimo, quando R$ 289 milhões em financiamentos já foram aprovados e ainda não foram utilizados. Além disso, um parecer da Secretaria do Tesouro Nacional atestaria que Rondônia não tem crédito suficiente para contrair novos empréstimos.

Tópicos:
Compartilhe está noticia:       
 
 
Enviar comentário

(A quantidade máxima é de 400 caracteres para seu comentário) Restam 400 caracteres

Ao enviar seu comentário você aceita o termo de conduta dos comentários.

 

Eventos

Expoari: Guilherme e Santiago - Foto: Leandro Kazuo

Expoari: Guilherme e Santiago

Guilherme e Santiago
 

Últimas notícias

Enquete

Na sua opinião, como está a Administração de Confúcio Moura em Rondônia?

 

Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias
E-mail: recadao@ariquemesnoticias.com.br - contato@ariquemesnoticias.com.br voltar ao topo

 

© Copyright 2009 | 2017 - DC Comunicações Digital Política de privacidade Fale conosco  |   Anuncie conosco  |