Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias Ariquemes, Rondônia - 16 de Agosto de 2017

Siga!

Nosso RSS

Confúcio pede revisão no processo de reintegração

Segundo o representante dos camponeses P Jotta, a informação foi repassada pela advogada do Estado

Jaqueline Alencar, 25/11/2011 02h35

 (Foto: Mateus Andrade)
Foto: Mateus Andrade

Aliviados. Com esta sensação, os camponeses dos assentamentos Canaã e Rota do Sol saíram no final da manhã desta quinta-feira (24) da frente do Fórum de Ariquemes, depois de receberem a notícia de que a única ordem de despejo contra os integrantes, que pertencem a Liga dos Camponeses Pobres (LCP), é referente ao processo de reintegração que está sendo reformulado a pedido do governador Confúcio Moura (PMDB).

Governador pede revisão no processo de reintegração (Foto: Mateus Andrade)
Governador pede revisão no processo de reintegração (Foto: Mateus Andrade)

Segundo o representante dos camponeses P Jotta, a informação foi repassada à Liga pela advogada do estado responsável pela ação, Iaf Azamor, depois de uma conversa que ela teve com juiz Danilo Paccini da 3ª Vara Cível de Ariquemes. “A advogada nos disse que o governador já havia pedido um prazo de 10 meses para rever o processo, que está cheio de falhas, e somente depois disso, é que a negociação com o proprietário vai iniciar”, contou P Jotta acrescentando que “a garantia que o juiz deu a ela é que até lá, nenhum policial irá mais até o Assentamento”.

Conforme P Jotta, cerca de 126 famílias da Liga ocupam a área há mais de oito anos. As terras estão localizadas cerca de 100 quilômetros de Ariquemes e 40 km de Jaru. Ele disse que a manifestação em frente ao Fórum de Ariquemes realizada na manhã desta quinta-feira se deve ao fato de que os camponeses foram surpreendidos com a presença do comandante da Polícia Militar de Ji-Paraná, coronel Márcio Ângelo Pinto, que compareceu ao local acompanhado de outros policiais militares do município e de Ariquemes.

Ainda conforme ele, na ocasião, os policiais pediram uma saída pacífica do local, mas os ocupantes da área prometeram resistência e foram ameaçados pelo comandante. “Ele disse que se não saíssemos, iria nos tirar qualquer jeito, nem que precisasse chamar a Força Nacional. Por isso decidimos pedir uma explicação ao juiz”, resumiu P Jotta.

Tópicos:
Compartilhe está noticia:       
 
 
Enviar comentário

(A quantidade máxima é de 400 caracteres para seu comentário) Restam 400 caracteres

Ao enviar seu comentário você aceita o termo de conduta dos comentários.

 

Eventos

Expoari: Guilherme e Santiago - Foto: Leandro Kazuo

Expoari: Guilherme e Santiago

Guilherme e Santiago
 

Últimas notícias

Enquete

Na sua opinião, como está a Administração de Confúcio Moura em Rondônia?

 

Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias
E-mail: recadao@ariquemesnoticias.com.br - contato@ariquemesnoticias.com.br voltar ao topo

 

© Copyright 2009 | 2017 - DC Comunicações Digital Política de privacidade Fale conosco  |   Anuncie conosco  |