Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias Ariquemes, Rondônia - 23 de Novembro de 2017

Siga!

Nosso RSS

Valter Araújo arrecadou em nove meses o que Carlão demorou um mandato para desviar

Valter conseguiu desviar em menos de 9 meses o que Carlão Oliveira e seu bando o fez há 5 anos

Rondônia Dinâmica, 20/11/2011 02h13

Deputado estadual Valter Araújo, considerado pela PF chefe da quadrilha (Foto: Reprodução/Internet)
Deputado estadual Valter Araújo, considerado pela PF chefe da quadrilha - Foto: Reprodução/Internet

Em 2006, Rondônia foi sacudida com um dos maiores escândalos políticos de sua historia: a prisão de dois chefes de poderes por envolvimento em uma quadrilha que saqueou R$ 72 milhões dos cofres da Assembleia Legislativa. Só Cassol escapou milagrosamente, apesar de seu Governo também ter sido alvo de inúmeras denúncias. A Operação Dominó, da PF, amenizou o banditismo que imperava no Alto Escalão, mas mostrou que foi insuficiente para aplacar a ganância desmedida por dinheiro público por políticos ávidos pelo poder.

A Operação Termópilas, realizada na sexta-feira, e que colocou atrás das grades o deputado Valter Araújo (PTB), mostra que o eleitorado de Rondônia ainda não aprendeu a lição (e nem a votar) e que a situação só piorou. O Irmão Valter conseguiu desviar em menos de 9 meses o que Carlão Oliveira e seu bando o fez há 5 anos. Carlão só teria desviado R$ 72 milhões, e Valter R$ 120 milhões. Valter foi mais competente e também mais criminoso porque desviou dinheiro da Saúde. Enquanto ele se locupleta com dinheiro público centenas de irmãos verdadeiros morrem à míngua nos hospitais públicos da capital.

O destino do todo-poderoso Valter Araújo agora é uma incógnita: será que a Justiça o manterá preso? Será que terá coragem de voltar a legislar? Ou mesmo de ir à tribuna e dizer aos irmãos de Igreja e de plenário de que tudo não passou de um equívoco da PF? Para quem usa o nome de Deus para saquear o dinheiro da Saúde isso será fácil. A Justiça deve mantê-lo longe da Assembleia Legislativa o tanto quanto puder, e principalmente do poder e dos cofres públicos. Rondônia não pode ser mais achincalhada na mídia nacional por causa de representantes desonestos.

Há menos de um ano da eleição municipal, os acontecimentos da Operação Termópilas terá desdobramentos eleitorais. Valter conseguiu pulverizar sua pretensão à Prefeitura de Porto Velho. O mesmo acontece com os pretensos candidatos do PMDB, Zequinha Araújo e do PT, Epifânia Barbosa, que foram denunciados pela PF como integrantes do esquema desmontado ontem pela Termópilas.

A ex-senadora Fátima Cleide aparece nessa conjuntura como candidata forte para a disputa à Prefeitura da capital. Confúcio deve estar rindo à toa porque vai se aproveitar da situação, mesmo seu Governo estar no olho de um furacão.

É rezar agora que Valter não volte tão cedo para as ruas e que, na próxima eleição, finalmente o povo faça valer seu direito ao voto e escolher políticos de índole e fichas-limpas. As investigações da Operação Termópilas vão continuar e mais pessoas envolvidas no esquema, com certeza, irão parar atrás das grades.

 

Detalhes sobre a operação Termópilas (Vídeo: YouTube)
Tópicos:
Compartilhe está noticia:       
 
 
Enviar comentário

(A quantidade máxima é de 400 caracteres para seu comentário) Restam 400 caracteres

Ao enviar seu comentário você aceita o termo de conduta dos comentários.

 

Eventos

Expoari: Guilherme e Santiago - Foto: Leandro Kazuo

Expoari: Guilherme e Santiago

Guilherme e Santiago
 

Últimas notícias

Enquete

Na sua opinião, como está a Administração de Confúcio Moura em Rondônia?

 

Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias
E-mail: recadao@ariquemesnoticias.com.br - contato@ariquemesnoticias.com.br voltar ao topo

 

© Copyright 2009 | 2017 - DC Comunicações Digital Política de privacidade Fale conosco  |   Anuncie conosco  |