Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias Ariquemes, Rondônia - 17 de Agosto de 2017

Siga!

Nosso RSS

Primeiros rotores da Casa de Força 1 chegam à usina Jirau

Entraram no canteiro de obras da Usina Hidrelétrica Jirau esta semana os dois primeiros rotores

Assessoria, 29/07/2011 11h33

Rotores completos pesam 110 toneladas e têm oito metros de diâmetro (Foto: Divulgação)
Rotores completos pesam 110 toneladas e têm oito metros de diâmetro - Foto: Divulgação

Entraram no canteiro de obras da Usina Hidrelétrica Jirau esta semana os dois primeiros rotores, de um total de 28 que serão instalados na Casa de Força 1, sendo um em cada Unidade Geradora. As peças são do Consórcio Fornecedor Jirau (CFJ), formado pelas empresas Alstom, Voith-Siemens e Andritz Hydro, do estado de São Paulo, e foram trazidas até o canteiro de obras em Porto Velho-RO, por rodovia.

O rotor é um componente do gerador, tendo a responsabilidade de criar um campo magnético e induzir a energia captada pela força do eixo da turbina, que será movimentada pelas águas do Rio Madeira. Ou seja, transforma a energia mecânica em elétrica, em um giro de 97,74 RPM (rotações por minuto).

Como as demais estruturas e peças mecânicas de Jirau, os rotores também são componentes grandiosos, pesam 110 toneladas e têm oito metros de diâmetro cada. São transportados individualmente por uma carreta especial com 10 linhas de eixo, 80 pneus, medindo 30 metros de comprimento, 1m de altura e cerca de 7m de largura no ponto em que fica localizada a peça. O primeiro rotor partiu da fábrica da Voith, no bairro Jaraguá em São Paulo-SP, e entrou no canteiro de obras, em Porto Velho, na segunda-feira, 18. O segundo saiu da fábrica da Alstom, em Taubaté-SP, e chegou na quinta-feira, 21.

O transporte de cada peça leva, em média, 70 dias. A velocidade de deslocamento do veículo não ultrapassa os 20 km/h. Além disso, o comboio precisa procurar vias com menos obstáculos e de menor movimento para transitar e, ainda, em alguns pontos, aguardar liberação para seguir trafegando. A carreta é rebaixada e possui um sistema hidráulico, que a levanta e abaixa até 30 centímetros do seu nível.

Além dos rotores que já chegaram, um terceiro deve sair da fábrica da Andritz, em Araraquara-SP, na próxima semana. “A programação é de que cheguem duas peças aqui no pátio em Jirau por mês. Até no final do ano nós vamos ter 16 prontas, aguardando para serem instaladas”, informa o gerente de obra do CFJ em Jirau, Norberto Letti.

As peças vão ficar alojadas no pátio do CFJ no canteiro de obras e, segundo o coordenador de fornecimento e montagem eletromecânica da concessionária Energia Sustentável do Brasil, Paulo Quintão, devem começar a serem instaladas na Casa de Força 1 em meados do ano que vem. “O rotor é uma das últimas peças a serem instaladas, primeiro montamos toda a estrutura da turbina. Ele fica acoplado na turbina através de um eixo”, explica Quintão.

O Rotor

O rotor é a parte móvel do gerador elétrico. Em Jirau, hidrelétrica que será composta por 50 unidades geradoras, será instalado o mesmo número de rotores. Os 28 da Casa de Força 1 (margem direita) são fornecidos pelo CFJ e os 22 da Casa de Força 2 (margem esquerda) pela empresa Dong Fang, da China.

Tópicos:
Compartilhe está noticia:       
 
 
Enviar comentário

(A quantidade máxima é de 400 caracteres para seu comentário) Restam 400 caracteres

Ao enviar seu comentário você aceita o termo de conduta dos comentários.

 

Eventos

Expoari: Guilherme e Santiago - Foto: Leandro Kazuo

Expoari: Guilherme e Santiago

Guilherme e Santiago
 

Últimas notícias

Enquete

Na sua opinião, como está a Administração de Confúcio Moura em Rondônia?

 

Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias
E-mail: recadao@ariquemesnoticias.com.br - contato@ariquemesnoticias.com.br voltar ao topo

 

© Copyright 2009 | 2017 - DC Comunicações Digital Política de privacidade Fale conosco  |   Anuncie conosco  |