Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias Ariquemes, Rondônia - 19 de Outubro de 2017

Siga!

Nosso RSS

"Operação Ouro Negro" é deflagrada pela PF, três pessoas em Ariquemes foram presas

Operação combate a devastação da floresta amazônica e extração ilegal de minérios

Assessoria, PF, 16/06/2011 11h56

Operação foi deflagrada na manhã de hoje (Foto: Reprodução/Internet)
Operação foi deflagrada na manhã de hoje - Foto: Reprodução/Internet

A Polícia Federal em Rondônia deflagra na manhã de hoje (16), a Operação Ouro Preto, com o objetivo de desarticular organização criminosa que atuava na devastação da floresta amazônica e extração ilegal de minérios.

As investigações se iniciaram em 2008 visando apurar a extração ilegal de minério (cassiterita) no interior da terra indígena Tenharim-Igarapé-Preto, localizada nas divisas dos Estados de Rondônia, Amazonas e Mato Grosso, local de difícil acesso, em plena floresta amazônica. Nas investigações constatou-se a existência de uma organização criminosa estruturada e estabelecida na cidade de Ariquemes, promovendo extração ilegal de cassiterita há anos, provocando grandes prejuízos à União e ao meio ambiente.

Segundo levantamentos, a organização criminosa agia como uma empresa, com setores especializados em cada etapa do processo criminoso. Parte da quadrilha era responsável pelo abastecimento de suprimentos básico como combustível, alimentação, além do aluguel de maquinários pesados necessários ao desenvolvimento da atividade. Outros integrantes da organização criminosa se dedicavam ao transporte e venda do minério, especialmente para grandes empresas sediadas em Ariquemes. Outro segmento da organização criminosa se dedicava a “esquentar” o produto ilegalmente extraído da terra indígena, utilizando notas fiscais “frias”, emitidas por cooperativas de garimpeiros da região de Ariquemes, possibilitando a venda e exportação do mineral para grandes companhias.

Estima-se que nos últimos 5 anos foram extraídas ilegalmente da área, mais de 2.500 toneladas de cassiterita por diversos infratores, tendo um prejuízo de mais R$ 60.000.000,00, desconsiderando-se o valor do dano ambiental causado. A área degradada é de aproximadamente 1.000 hectares.

Serão cumpridos 08 mandados de prisão temporária, 18 mandados de busca e apreensão em residências, empresas e cooperativas de garimpeiros da região, além do seqüestro de 35 veículos e bloqueio de contas bancárias dos investigados. Serão empregados 100 policiais federais para a ação de hoje.

Os investigados responderão pelos crimes de receptação, formação de quadrilha, falsidade ideológica, usurpação de bem público da União e extração ilegal de
minérios.

Às 11h será concedida entrevista coletiva.

Tópicos:
Compartilhe está noticia:     
 
 
Enviar comentário

(A quantidade máxima é de 400 caracteres para seu comentário) Restam 400 caracteres

Ao enviar seu comentário você aceita o termo de conduta dos comentários.

  • De: bia às 18/06/2011 09h17
    PILAVANDR EM QUE MUNDO VC VIVI? ou vc é daquelas pessoas que se alimenta apenas de luz? Pq até onde sei tds se alimentam graças a mãe terra!!!!!!
    Pense nisso!
  • De: PILA VANDR PIMTO às 16/06/2011 16h13
    TAVA DEMORANDO PRENDEREESE PESSOAL QUE SO PENSA EM DESMATAR E FICAR RICOS AAS CUSTAS DA MAE TERRA
  • De: PILAVANDR às 16/06/2011 16h11
    QUE BOM,DEUS É PAI
 

Eventos

Expoari: Guilherme e Santiago - Foto: Leandro Kazuo

Expoari: Guilherme e Santiago

Guilherme e Santiago
 

Últimas notícias

Enquete

Na sua opinião, como está a Administração de Confúcio Moura em Rondônia?

 

Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias
E-mail: recadao@ariquemesnoticias.com.br - contato@ariquemesnoticias.com.br voltar ao topo

 

© Copyright 2009 | 2017 - DC Comunicações Digital Política de privacidade Fale conosco  |   Anuncie conosco  |