Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias Ariquemes, Rondônia - 21 de Setembro de 2017

Siga!

Nosso RSS

Reunião trata "gargalos" da saúde de Ariquemes

Vereadores de Ariquemes se reuniram mais uma vez com o prefeito de Ariquemes

Assessoria, 18/05/2011 16h59

Prefeito na reunião com os Cereadores (Foto: Divulgação/Assessoria) Ampliar imagem: Prefeito na reunião com os Cereadores (Foto: Divulgação/Assessoria)
Prefeito na reunião com os Cereadores - Foto: Divulgação/Assessoria

E quais são os gargalos da saúde de Ariquemes? Para responder esta pergunta, os vereadores da Câmara Municipal de Ariquemes se reuniram mais uma vez na manhã desta quarta-feira (18) na sala de comissões do Legislativo com o prefeito do município José Márcio Londe Raposo, o secretário de saúde Carlos Alberto Caiero, o procurador do município Nilton Marena, e a secretária de Governo Debora Raposo.

Segundo o presidente da Casa de Leis, vereador Valmir Francisco dos Santos (Val do PT), “as queixas da comunidade são grandes, o prefeito vem tentando atender, mas alguns problemas estão diretamente vinculados a estrutura e ao atendimento a comunidade”.

Ao participar da reunião, Val destacou que é função do Executivo proporcionar atendimento ao cidadão, e da Câmara, fiscalizar se estes serviços estão a contento. “E se o Legislativo não cumpre sua parte, também tem sua parcela de contribuição para o mau funcionamento da saúde. Por isso, a base da Câmara tem sido o diálogo para que os problemas sejam resolvidos”.

Reclamações

Entre as reclamações o mau atendimento aos pacientes no Hospital Regional de Ariquemes (HRA) foi um dos principais assuntos debatido na reunião. A falta de medicamentos e estrutura também entraram em discussão. “Como líder do Governo na Câmara é humilhante receber uma reclamação como esta de mau atendimento. Este jogo de empurra é uma vergonha. Quem é que está travando? Quem quer que seja, tem que ser exonerado”, rechaçou o vereador Clovis José (PMDB), cobrando também solução para ambulância do Hospital que, segundo ele, está parada por falta de pagamento à empresa que atende os serviços de manutenção do Hospital, e a punição de um médico que liberou uma criança com braço quebrado. “Ele estava sobre aviso no plantão, ficou se enrolando para vir, e quando veio, mesmo com RX, mandou a criança embora. Está na hora parar de brincar com a saúde”, sentenciou.

Tibério Rocha (PPS) que solicitou a reunião, cobrou uma solução para a falta de medicamentos no Hospital e também falou dos problemas relacionados à ambulância. João Leite (PP) contou que fez uma caminhada pelos postos de saúde do município e no CAPS. Em cada lugar que chegava, era recebido por pessoas que já vinham ao seu encontro reclamar sobre a falta de atendimento. “Foram mais de 120 reclamações. Temos que melhorar prefeito. Quando a Prefeitura anda bem, o Legislativo também anda”, disse, sugerindo acompanhamento mais próximo à comunidade inclusive do próprio prefeito. “Tire um dia de vez em quando para ver a situação e saber de perto como andam os postos de saúde de Ariquemes”, recomendou.

Adair Moulaz (PSDB) pediu mais atenção às mulheres gestantes que são atendidas no HRA. “Muitas crianças passam da hora de nascer, especialmente quando parto acontecem à noite ou madrugada quando existem somente médicos plantonistas. Já acompanhei muitos casos destes, e isso não é de agora não, vem de outras gestões”, lamentou. “Eu também já vi muitas mães voltarem do Hospital para casa nestas condições”, confirmou Val. “O médico não pode duvidar de uma mãe”, completou João Leite. “Na minha opinião, isso é falta de respeito mesmo com o paciente”, completou Tibério. “Sabemos do esforço da direção do Hospital, mas ela precisa de um apoio maior”, ponderou Adair.

Falhas e erros

O procurador Nilton Marena admitiu problemas na saúde do município e declarou que “falhas e erros acontecem e os maus atendimentos também, mas até agora tivemos quatro ou cinco casos que foram denunciados no Ministério Público (MP)”, disse, citando como exemplo, o caso de um médico que está sendo exonerado esta semana. “Mas é importante formalizar para que possamos punir”, orientou.

Para ampliar o entendimento sobre o atual funcionamento da Secretaria, o procurador também fez explanações sobre o orçamento da pasta.

O secretário de saúde Carlos Alberto Caieiro se defendeu afirmando que “tem situações que mando direto para o MP e só aceitei o cargo na época do ex-prefeito Confúcio Moura (hoje governador do estado) nestas condições”.

Em relação às queixas sobre o atendimento, esclareceu que “a questão do atendimento médico é responsabilidade do ato médico”, minuciando casos que ocorrem no Hospital e de alguns que são encaminhados à Porto Velho. Neste último quesito, esclareceu ainda que “somente os de extrema urgência ou por falta de leitos são encaminhados à Capital do Estado. Sou suspeito a dizer, mas com todas as nossas dificuldades, ainda temos um dos melhores atendimentos do estado”.

Falta humanização

Depois de ouvir atendo os participantes da reunião, o prefeito Márcio Raposo concluiu: “o maior problema é a falta de humanização no atendimento do município”. De acordo com ele, 80% das reclamações feitas ao Executivo são voltadas para área da saúde, e do percentual “ínfimas são para medicamentos, a maior parte é mesmo por causa do mau atendimento”.

Na reunião, o prefeito pediu ao secretário de saúde que seja colocada uma caixa de sugestões e reclamações para que a população deposite suas queixas, “mas quero que seja discriminado que ao fazer uma denúncia, nomes sejam citados”, frisou.

Outro pedido do prefeito foi no sentido de diminuir o encaminhamento de cirurgias à Capital do Estado. “É desumano fazer uma pessoa ir até Porto Velho e ficar numa fila imensa para fazer uma cirurgia, precisamos dar um jeito de fazer aqui o máximo que pudermos”, afirmou, pedindo também providencias para o caso da ambulância que está parada.

Mesmo anunciando que a licitação do novo Hospital Regional de Ariquemes está em fase de conclusão, e até final deste ano as obras devem começar, ao finalizar a reunião, o prefeito solicitou ao secretário de saúde que formalize renúncias dos cargos de médicos ou funcionários que estão prestando mau atendimento à população em improdutividade, e que o próprio secretário se dedique exclusivamente ao município. “Os poucos que trabalham mau generalizam este fato que todos agem da mesma forma. A saúde é um negócio que não pode parar. Mesmo sabendo que a saúde de Ariquemes é uma das melhores do Estado, ainda temos muitos erros e precisamos melhorar mais”, resumiu. “Vou conversar com a direção do Hospital e o que estiver ruim, vou botar fora”, finalizou o secretário.

Tópicos:
Compartilhe está noticia:     
 
 
Enviar comentário

(A quantidade máxima é de 400 caracteres para seu comentário) Restam 400 caracteres

Ao enviar seu comentário você aceita o termo de conduta dos comentários.

 

Eventos

Expoari: Guilherme e Santiago - Foto: Leandro Kazuo

Expoari: Guilherme e Santiago

Guilherme e Santiago
 

Últimas notícias

Enquete

Na sua opinião, como está a Administração de Confúcio Moura em Rondônia?

 

Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias Ariquemes Notícias - Seu portal de notícias
E-mail: recadao@ariquemesnoticias.com.br - contato@ariquemesnoticias.com.br voltar ao topo

 

© Copyright 2009 | 2017 - DC Comunicações Digital Política de privacidade Fale conosco  |   Anuncie conosco  |